Tempo de Pais

A APSA disponibiliza aos pais/familiares/amigos num espaço gratuito  denominado «Tempo de Pais» que visa ajudá-los a lidar com questões do dia-a-dia de uma pessoa com a Síndrome de Asperger.

Um tempo que será maioritariamente dinamizado pela Piedade Líbano Monteiro, mãe de um jovem com SA com 23 anos e Presidente da APSA há 13 anos.

A Piedade está disponível para falar com os pais/amigos/familiares/professores/todas as pessoas que precisem tirar algumas dúvidas, pelo telefone ou presencialmente na Casa Grande em Lisboa, no horário: 2ªfeira, das 14h30 às 16h30, sob marcação prévia para o 21 711 91 00.


Simultaneamente, no site da APSA, serão publicados textos que visam apoiar os Pais que estão longe e que muitas vezes nos escrevem perguntando sobre como lidar com essas questões práticas.

Pronto…ele tem mesmo SA…e agora?


Se de facto o diagnóstico do seu filho é a Síndrome de Asperger…...Não é um drama. Muitas vezes é um alívio, pois é bem melhor saber o que realmente se passa.

Seja positivo e agarre este desafio!

- Não existe cura, nem manual de utilização, este é mesmo um caminho que teremos de fazer em conjunto;

- Cada pessoa com SA é única, é essa individualidade que queremos aceitar, ajustar mas respeitar;

- Aconselhe-se com o médico do seu filho, escolha uma equipe que lhe proporcione o acompanhamento de que ele efetivamente necessita;

- Estabeleça uma forte parceria com a equipa de técnicos e com os professores do seu filho, para que de facto todos trabalhem para o mesmo objetivo sem se atropelarem, usando sempre de uma comunicação saudável e constante entre todos;

- Crie objetivos razoáveis de atingir, aprenda a gerir expectativas, estabeleça prioridades;

- Trabalhe a partir das capacidades e dos interesses do seu filho;

- Estruture de forma rotineira, tarefas e actividades de forma clara objetiva com pistas muito visuais, tipo esquema;

- Seja criativo, flexível e afetuoso, mas firme na implementação de regras assegurando que as mesmas são cumpridas;

- Elogie e valorize o esforço na utilização correcta das competências sociais, reforce o comportamento positivo;

- Quando algo corre mal, pare, sente-se com ele e rebobine, explicando o que funcionou mal e qual a forma correcta de agir;

- Aprenda a perceber os sinais de stress e, se possível, corrija-os e chame a atenção para outro assunto ou actividade;

- Facilite hábitos de autonomia, ensine procedimentos adequados em situações e espaços públicos e privados;

- Proponha actividades de interação que envolvam jogos, tarefas do quotidiano, responsabilidade na comunidade escolar, podendo pedir apoio dos colegas,

- Realce e valorize sempre as capacidades e não tanto as dificuldades…porque estas são comuns a todos nós, sendo que uns têm as “ferramentas inatas” que lhes permitem superá-las sem dificuldades, e que para outros esta realidade também é um desafio….Caminhemos com eles!

Lembre-se sempre que não está sozinho…a APSA aqui está para si!

Temos um filho com Síndrome de Asperger (SA). E agora?

Não é o fim do mundo!

Aqui ficam algumas dicas que os podem ajudar a reorganizar-se:

-Primeiro passo é dar atenção ao desenvolvimento do vosso filho, se vos parecer algo errado não hesitem em pedir ajuda;

-Levem-no a uma consulta de desenvolvimento;

-Se realmente tem SA, aceitem e acreditem que educar estes nossos filhos é um desafio com o qual vocês vão saber lidar;

-Confiem nos profissionais de saúde que diagnosticaram o vosso filho;

-Perguntem, questionem, mas centrem-se em tentar perceber o que se passa e qual a melhor forma de comunicar com ele;

-Ouçam os profissionais de saúde, ouçam a educadora do vosso filho, mantenham-se abertos e atentos, pois a intervenção precoce é crucial no desenvolvimento futuro do vosso filho;

-Peçam ajuda à família, aos amigos, não se isolem, lembrem-se que todos são importantes para a plena integração do vosso filho;

-Neste contexto aprendam a confiar e até mesmo a delegar…;

-Partilhem as dificuldades e alegrias e os plano de intervenção do vosso filho com os que o rodeiam, assim será mais fácil para todos esta tarefa de educar;

-Envolvam-se em todo o processo educativo do vosso filho de forma positiva e proactiva, como verdadeiro parceiro;

-Comuniquem de forma saudável, assertiva positiva e serena, não se zanguem com o mundo;

-Giram o vosso tempo e expectativas;

-Não acentuem a diferença criando situações extraordinárias para tudo, às vezes pecamos por excesso;

-Lembrem-se de partilhar com outros as vossas experiências, e dêem atenção ao inverso;

-Acreditem que têm uma associação que vos acolhe de forma prática e positiva e quer caminhar junto convosco. Temos mais de 13 anos de experiência e mais de 300 pais que passam e passaram pelo mesmo que vocês.

-Por último, disfrutem sempre do vosso filho e de tudo o que ele, bem à sua maneira, tem para vos ensinar….e tem muito acredite!

Piedade Líbano Monteiro – Mãe do Nuno com 23 anos e com SA e Presidente da APSA

Quem Somos

A APSA – Associação Portuguesa de Síndrome de Asperger, é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), sem fins lucrativos, que nasceu em Lisboa, a 7 de Novembro de 2003, por vontade de um grupo de pais. Assumimos como Missão: Promover o apoio e a integração social das pessoas com Síndrome de Asperger (SA), favorecendo as condições para uma vida autónoma e mais digna.

Últimas Notícias

Newsletter

Receba todas as novidades por e-mail. Clique aqui para subscrever.

Eventos

Junho 2017
Se Te Qu Qu Se Sa Do
29 30 31 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 1 2